MPT medeia falta de pagamento dos trabalhadores da Viação Parintins

O Ministério Público do Trabalho, por meio do Dr. Audaliphal Hildebrando da Silva, reuniu-se no dia 17/07/2008 com diversos trabalhadores da empresa Viação Parintins, a empresa e o Sindicato dos Rodoviários.


Os trabalhadores estavam desde o início de junho sem receber as verbas rescisórias.

Após a reunião, chegou-se ao seguinte consenso:

1) O FGTS e o INSS serão regularizados, inclusive com a multa dos 40% do FGTS até 20 de agosto de 2008, comprovando-se tais pagamentos no Ministério Público do Trabalho;
2) O Sindicato dos Rodoviários fará os cálculos das rescisíµes e apresentará os mesmos na empresa até as 12 horas do dia 18 de julho de 2008 à empresa Auto Viação Parintins;
3) O pagamento das verbas rescisórias será feito em duas parcelas iguais nos dias 21 de julho e 1º de agosto de 2008, devendo o Sindicato dos Rodoviários acompanhar o cálculo das verbas rescisórias, que deve inclusive contemplar o saldo de dias a pagar;
4) A empresa Auto Viação Parintins pagará o correspondente ao art. 477, parágrafo 8º, da CLT, também em duas vezes nas datas referidas acima;
5) As estabilidades porventura existentes serão estritamente observadas.

Imprimir

MPT entrega cestas básicas

Em cumprimento à ACP nº 20377/2006-012-11-00, ajuizada pelos Procuradores do Trabalho, Dr. Audaliphal Hildebrando da Silva e Dra. Adriane Perini Artiforn, em desfavor da empresa Caloi Norte S.A. Manaus, o Ministério Público do Trabalho foi pessoalmente verificar a doação das 360 cestas básicas aos 120 trabalhadores que sofreram lesão gástrica em decorrência de intoxicação alimentar.

 

Tais cestas eram para ser entregues no final do ano passado. Mas só agora estão sendo entregues, pois houve um erro de interpretação da empresa no acordo da ACP.

Imprimir

MPT realiza III Seminário do Fórum de Prevenção e Combate à Discriminação do Amazonas - FCODAM

O Ministério Público do Trabalho realizou no dia 03 de setembro de 2008 o III Seminário do Fórum de Prevenção e Combate à Discriminação do Amazonas - FCODAM. O evento reuniu mais de mil pessoas no auditório da Universidade do Estado do Amazonas - UEA e teve como atividades parceiras: Tribunal Regional do Trabalho da 11ª Região, Associação dos Magistrados da Justiça do Trabalho da 11ª Região - AMATRA XI, Universidade do Estado do Amazonas, Associação Nacional dos Procuradores do Trabalho - ANPT, Associação Amazonense dos Advogados Trabalhistas - AAMAT, Ministério do Trabalho e Emprego no Amazonas, Associação dos Auditores Fiscais do Trabalho no Amazonas - AGITRA - AM e Prefeitura de Manaus - SEMDIH - Secretaria Municipal de Direitos Humanos.

 

Continue Lendo

Imprimir

MPT investiga contratos sem concursos públicos

not43-2008
not43-2008

Fonte: Jornal Diário do Amazonas, publicado em 31 de outubro de 2008

O Ministério Público do Trabalho (MPT) instaurou pelo menos 18 inquéritos civis, nesta semana, para apurar irregularidades na contratação de funcionários, de empresas terceirizadas e a não realização de concursos públicos em empresas, autarquias e companhias que prestam serviços públicos, além de prefeituras de alguns municípios do Amazonas. Os procedimentos foram publicados no Diário Oficial da Justiça (DOJ), na última terça-feira.

Continue Lendo

Imprimir

MPT fala para lideranças indígenas

 
A Procuradoria Regional do Trabalho da 11ª Região, representada pela Dra. Valdirene Silva de Assis, Procuradora-Chefe Substituta, participou de evento promovido pelo Conselho Distrital de Saúde Indígena do Distrito Sanitário Especial Indígena do Alto Rio Negro ARNEG, na cidade de São Gabriel da Cachoeira/AM. Dos 30.0000 habitantes do município, mais de 80% são indígenas, pertencentes a 22 etnias diferentes. Valendo destacar que o Prefeito e o Vice-Prefeito, eleitos este ano, também são indígenas.

 

Continue Lendo

Imprimir